Você tem 11 meses pra fazer a diferença.

2012 tá ai. Nem parece que já se passou um mês. Eu não fiz nem metade das minhas “promessas de ano novo.” Andei pensando por onde começar, o que não é uma decisão fácil.  Minha lista ia de “parar de roer as unhas quando fico nervosa” até “não escrever mais nenhum texto sobre ele.” Mais eu notei, que listas são só listas. Até porque, não adianta de nada eu fazer uma super lista, se depois eu vou burlar ela (e eu provavelmente iria burlar ela, óbvio). Comecei a pensar além das listas. E acabei descobrindo que eu acordo diferente todo dia. Fazer uma lista só deixaria tudo monótono e chato. Não adianta de nada eu colocar na lista que quero sair mais, se quando saio não me divirto. Não adianta eu falar que quero me esforçar pra assistir todos os filmes que ganharam ótimas críticas, se é dos bobinhos e que não ganham prêmios nenhum, que eu gosto. Não sou do tipo cult, mais já tive um tempo que queria fazer tudo do jeitinho certo. Se todo mundo pintava a unha de verde, eu tinha que pintar. Se todo mundo tingia o cabelo e o deixava mais claro, eu tinha que correr pro cabeleireiro e mudar minha cor também (mesmo se eu gostasse dela antes). Isso tudo porque eu coloquei como base “mudar”. Mais mudar é muito vago. Tem certas coisas que eu quero mudar, mais não preciso. Eu escrevi na minha lista que queria novos amigos, porque estava me sentindo sozinha. E aí o ano mal começou e minhas amigas melhoraram muito e começaram a se importar com meus sentimentos. Não cumpri minha meta? Ainda preciso de novos amigos? Enfim, não estou dizendo que você deve largar sua lista (é, talvez eu esteja dizendo, mais você só faz se quiser, tá?!) mais as vezes as coisas parecem ruins demais e ao invés de querer mudá-las, você prefere substitui-las. Então minha dica é se esforçar e não querer se livrar das coisas de uma vez.  Até porque se você pode melhorar o seu dia, porque você vai esperar até o outro pra ser feliz?  Se você tem amigos maravilhosos que cometem erros, porque você vai abandona-los, ao invés de tentar fazer as coisas funcionarem? Álias, esse é o ponto. Fazer as coisas funcionarem. Porque mudar pode parecer delicioso, mais tornar algo que você já gostava melhor, torna tudo mais fácil.  Então, pra que criar uma lista de “novos objetivos”? Não é melhor criar uma lista de como “melhoras as coisas”? Bom, pra esse novo ano eu quero ser mais feliz. Quero ser uma pessoa melhor e quero arrumar as coisas. Espero que você também pense nisso. E muita boa sorte nesse ano novo. Álias, sorte não. Determinação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s