Quando seu melhor não é suficiente.

Se existe uma coisa que eu realmente estou achando difícil é crescer. Isso porque eu só vou fazer 16 anos. Mais eu nunca passei por tanta confusão, quanto ando passando agora. É aquela época em que nem você sabe o que é. Todo mundo acha que já sou grande, não preciso de colo, não choro. Também acham que sou nova demais pra certas coisas, do tipo chegar em casa depois da meia-noite, ter um cartão de crédito, viajar sozinha. Mais pior do que isso, é pensar no que vou fazer amanhã. Querendo ou não, eu vou continuar crescendo, e todo o meu futuro depende em grande parte do que vou fazer hoje. A grande dúvida é como uma menina que mal se decide sobre que cor de esmalte usar ou troca de música favorita por dia pode se decidir sobre algo tão importante. De vez em quando dá um medo. Eu era louca pra crescer, mais agora, queria poder ter 8 anos pra sempre. A verdade é que tomar uma decisão que vai transformar sua vida, não é fácil. Ninguém disse que seria. Mais eu aprendi que eu tenho tempo. Hoje, eu amo uma coisa. Se eu não amar mais ela amanhã, eu posso encontrar outra coisa que eu ame, ainda mais. O fato é que o tempo nem tá correndo tanto. Nós estamos só começando. E temos tempo. Tempo pra mudar de opinião, de idéia, de música favorita. Não precisa se prender e ter medo de tomar decisões achando que você nunca vai poder desistir dela. Tá cedo ainda. E quem disse que você não pode acordar um dia e decidir que quer só comer besteira e assistir Bob Esponja? Ninguém precisa ser gente grande o tempo todo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s