Tendência: Creepers

os-polemicos-sapatos-creepers-essa-tendencia-pega-5

Aí está uma tendência super polêmica que está invadindo o mundo fashion e que tudo indica que vai desbancar o queridinho de 2012, sneakers de salto. Os creepers foram primeiramente usados por soldados em 1945, durante a 2ª guerra mundial; Eles eram utilizados por serem bem resistentes e terem uma pisada mais firme e  após o final da guerra os soldados continuaram a usar em suas casas , se tornando assim os queridinhos da Europa na época.. Já em 1950 o sapato passou a ser mais popularizado pelos Teddy Boys (um tipo de cultura britânica influenciada pelo rock ‘n’ roll) e logo em seguida se espalhou pelas pessoas de estilo mais underground. Nos anos 90, até os integrantes do Green Day aderiram aos creepers! Os creepers são uma ajuda para as baixinhas já que  sua plataforma é como se fosse um salto e aumenta de uma forma ou de outra a estatura da pessoa.

Os polêmicos com certeza vão bombar em 2013, eles estão nos pés de muitas fashionistas. Há quem torça o nariz para essa nova tendência, mas não custa nada dar um chance a eles e tentar para ver se realmente não gosta já que tem várias estampas, tamanhos e forma tem para todo gosto.

Veja alguns looks e se inspire:

looks_creepers

creeper (1)

looks_creepers 2

creepers2

creeperlook10

creeper (3)

creeper (2)

Meninos:

creepers-masculinos-1024x962

Famosas:

Creeper-Famosas rihanna-creepers

Então meninas e meninos o que acham dos Creepers? Dariam uma chance? Ou ele é uma peça que nunca usaria?

Anúncios

4 comentários sobre “Tendência: Creepers

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s