Um dilema chamado melhor amiga.

Amizade é provavelmente a coisa mais complexa de todas. Envolve amor, confiança e paciência. Dentro de um mundo onde todo mundo se atropela e pouquíssimas pessoas realmente se importam umas com as outras, é sempre bom ter alguém que seja seu chão quando o mundo ameaça desabar. Em meio a sorrisos, lágrimas, conquistas e problemas não existe nada mais gostoso do que ter alguém pra compartilhar, até as coisas ruins. Ter alguém que vai odiar qualquer um que pensar em te fazer mal, que vai destruir a vida de qualquer um que partir seu coração, que vai dividir o pote de sorvete quando tudo parecer perder o sentido. Seja numa carta de cinco páginas, seja numa sms de oito palavras. Sempre vai existir alguém que vai fazer tudo parecer melhor. Ou quando isso não for possível, vai pegar seu guarda-chuva e entrar no seu mundo de decepções, só pra sentar ali do seu ladinho. Não existe uma lista de normas de como ser amigo. Alias, se fosse assim, muitos de nós não teríamos amigo nenhum. Porque a verdade é que são nas diferenças que encontramos nossos amigos de verdade. Nos xingamentos, nas brigas, no ciúme. É na vontade louca de se ver, no jeito de saber como alguém está, seja num olhar, seja por meio das palavras. Não existe no mundo sensação melhor do que a de saber que você é o favorito de ninguém. E não, nenhum amor, seja do tipo adolescente, seja do tipo para sempre vai ser tão seguro, confiante, sincero e irresistível como uma boa amizade. Os segredos que só vocês sabem, as lágrimas que só vocês guardam. Seja a dois passos de distância, seja a dois mil. É um amor que esfria, mas não acaba. Você sempre vai sorrir ao saber que algo ótimo aconteceu com aquela garota que você chamava de melhor amiga na pré escola. E tem isso, você tem amigas de dias e tem amigas para sempre. E todas são importantes, todas são partes da sua história, todas vão estar bem gravadas no seu coração. Há quem duvide do poder de ter uma melhor amiga. Ou muitas melhores amigas. Ou um melhor amigo que não entende quando você fala que The Carrie Diaries está preenchendo o vazio que Gossip Girl deixou no seu coração. Ele vai rir. Elas vão rir e concordar. Dizem que o mundo é feito de diferenças. Já eu acredito que o mundo é um grande quebra cabeça. Talvez a peça que encaixe em você esteja lá do outro lado. Mas isso não impede ela de ser a peça certa, a única que vai realmente encaixar ali. Eu não acredito em destino, mas acredito em química. E quando você tem isso com alguém, não há oceano que acabe com isso. Não há oceano que acabe com um amor tão grande, tão grande, que de tão grande não coube no peito de uma pessoa só e teve de ser dividido. Acho que isso é a resposta de tudo. Quando o amor é demais, você tem que doar um pouco. E aquela pessoa vai guardar seu amor para sempre. E sejamos gratos por isso.

 

Dedicado a minha melhor amiga (e compartilhadora desse sonho lindo de se construir um blog com nossa cara) que está a alguns muitos quilômetros de distância e mesmo assim, continua guardando uma boa parte do meu amor com ela. Parabéns por nossos três anos. Que venham muitos mais. Você é incrível e eu te amo ♥

Anúncios

6 comentários sobre “Um dilema chamado melhor amiga.

  1. Jade Carvalho disse:

    Lindo demais,ler esse texto me fez agradecer por ter a minha melhor amiga do meu lado e o meu melhor amigo,eu amo eles mais que tudo e eles vão estar sempre comigo e eu com eles.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s