O andamento da história

Image

Passar dias perto do mar me traz uma sensação tão boa, na verdade é muito mais do que boa é indescritível. Nunca  gostei de café, mas o café que meu avô faz, fez com que eu aprendesse a admitir que essa “coisa” tem um gosto bom. Fim de semana chuvoso é sempre um saco, pelo menos pra mim, pelo menos quando você está na praia e não pode nadar porque senão a corrente te leva pra longe ou você pega um resfriado que vai te arrasar, assim minha mãe diz. Nunca aprendi a tocar violão, não sei se foi por preguiça ou porque não nasci pra isso. Bom a Taylor swift sempre compõe sobre sua vida em si e sua vida amorosa (ainda mais quando ela chega ao fim), não componho, mas escrevo. Escrevo sobre o mar revolto na sexta-feira a noite, a música que não sai da minha cabeça a uma semana e que já me fez criar uma nova história e escrevo sobre o amor, que sempre de vez em quando esbarra em mim em alguma esquina e me chama para uma prosa e eu sempre caio nessa e no do dia sempre tenho uma história pra conta de hoje ou de tempos atrás. Sempre são amores, vão e vem, mas são eternizados assim como o vento que molda uma rocha qualquer ao longo dos anos. Em três dias li 207 folhas de um bom livro e escrevi 4 novos textos que não sei se servem para algo de bom ou de ruim, só sei que faz bem um danado pra mim escrever. Já tô em casa e ainda sinto o cheiro ao meu redor e lembro-me da liberdade que eu tinha enquanto lia sentada em uma pedra lendo um livro, não quis ligar pra ninguém, e nem  quis mostrar ao mundo o quanto eu gosto de ficar só em frente ao mar, porque ele me traz paz como nenhuma outra coisa ou pessoa me traz. Em três dias tomei incontáveis xícaras de café, meu Deus foi uma quantidade de café imensa para mim que nunca gostei de café. Mas pra falar a verdade tava muito bom. Aprendi a tolerar o café, mas não tolero meu hábito de tentar fazer com que as pessoas entendam algumas coisas que penso já que nem eu as entendo de vez em quando. Mas quando a pessoa tem um sonho, penso que a outra tem que respeitar isso, mas não acontece sempre. Escuto a música que tinha comentado logo acima e não paro de querer voltar no tempo, ontem pode ser. Choveu. Foi extramente lindo. Um belo pôr do sol e várias árvores logo atrás de janela da cozinha e parecia que a água era dourada, ok não era loucura apenas estava olhando diretamente para o sol e gostei daquela sensação boa e parecia que nada mais no mundo era ruim e que só havia coisas boas, mas entendo que aquele sentimento passou junto com a chuva. Só quis ler enquanto tava um sol naquela pedra e pensar que é legal ver a Taylor escrevendo sobre fim de relações, mas é mais legal quando eu escrevo a história completa: a minha, que ainda está em andamento que ainda é incompleta, mas ainda chego no fim da história e quem sabe um dia meus filhos não contem ela para meus netos?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s