Dói desde o começo

tumblr_m11engdzhV1rs11t8o1_500_large

 

Sentada na poltrona do velho comodo da casa fecho mais um livro e vejo que ali encontrei um pouco de mim. Se parar pra pensar em cada livro que li achei algo que me identificassem de algum jeito e é desse modo que me encontro, me identifico com cada pessoa na minha sala de aula. Se eu pudesse escolher um ano que eu chorei muito (por motivo bom, claro) escolheria 2013, claro. Tô chorona demais e sei que preciso chorar por me despedir de uma vida que tive ao lado de um grupo de pessoas que sinceramente vai fazer uma falta imensa e choro também por embarcar em uma viagem que eu só conheço por falarem bastante dela que é o futuro. Mas nunca fui de me intimidar muito, ou pelo menos não demonstro muito só quando quero. Sabe aquela momento em que as cortinas se abrem o único foco de todos os olhares é pra você? Bom está perto e nessa hora eu não vou poder errar, vou ter que dar uns dez passos à frente e vou discursar o que foram esses 7 anos ao lado de toda essa gente que eu amo. Tem amigos mais chegados que irmãos e meus amigos são assim, eles me ensinaram a não abrir o guarda-chuva quando chovia quiser que eu apreciasse o arco-íris enquanto ainda gotejava do céu em cima da gente. Eu vou dar o devido crédito aqueles poucos professores que sempre nos apoiou mesmo quando até até nós mesmo não acreditávamos mais em nós. Vou lembrar dos momentos de alegria, das risada, dos deboches, das quedas no pátio, dos abraços e das promessas de sermos eternos, mas vou lembrar do momento de briga de choro, de consolação de verdade dita da cara ou nas costas, nas dita. Em pé eu vou olhar nos olhos dos meus amigos a vou repetir aquilo que repetimos durante anos: Amigos para sempre! E verei de lá de cima a troca de olhares junto com sorrisos e lágrimas, mas saberemos que ali eternizaremos um momento esperando por os pés no próximo, mas sempre lembrando que teremos um ao outro quando tudo parecer mais difícil. A gente sabia que um dia chegaria e nesse dia estaríamos tomando rumos diferentes com um sorriso larga no rosto, porque as ultimas palavras trocadas seriam: Te vejo em breve!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s