Mil razões

large (27)

Como diz uma música que eu vivo cantarolando as frases pra vê se aprendo de uma vez, diz algo como; é difícil, machuca, mas eu sempre fui bom em despedidas. Ao mesmo tempo que desistir de algo que eu sei que não dá certo, eu sei persistir quando é pra valer, e somos motivos de renovação de votos todos os dias, porque amar de verdade é raro demais pra desperdiçar uma gota que seja.

Quando a gente mesmo merece é quando precisamo do outro, é ali que aprendemos lições. Fecho os olhos e posso te ouvir cantando baixando pra mim no dia que passei mal, em meio uma multidão e todo aquele som eu só ouvia sua voz. Quando eu surto, choro e te assusto com minha maneira emocional demais de vencer os problemas, você me olha com cara de espanto e me aninha em seu peito e ali eu sinto paz, ali é o meu lar.

O amor está em todas as coisas, no pai que chorou ao ver a filha se casar, na criança que soltou o balão e fingiu choro e a mãe a consolou, no passeio de bicicleta no fim de tarde, no café da manhã improvisado, no sono agarrado no meio da tarde, no companheirismo em todas as situações, no cuidado ao querer saber do outro, na dancinha criada só pra ver o sorriso do outro, no apoiar, o amor está em dobrar os joelhos no escuro a noite e falar com Deus sobre ele. A soberania do amor muitas vezes não é enaltecida da melhor forma, mas tudo bem somos humanos e aprendemos aos poucos.

Quando me perguntam sobre certeza, é você que vem a mente, seu nome salta dos meus lábios e quando percebo já estou rindo, porque nem precisava dizer seu nome que já sabem de quem eu estou falando. Eu não preciso de um super homem, de alguém com super poderes, que salte de prédios e que salve o mundo. Eu só preciso de você, posso lhe ditar todos os bons motivos e os ruins também, mas acredito que fique. Porque seus olhos são recíprocos aos os meus toda vez que eu não preciso lhe dizer, mas eu te demostro que te amo.

Anúncios

Inspiração na decoração

Ah, como o tempo passa e eu continuo horas vendo decoração na internet o que me ajuda a toda vez que vou mudar algo em meu quarta, aqui em casa ou ajudar as amigas dando minha opinião sobre. Enfim, como sempre trago, hoje trouxe mais imagens pra nos inspirar até nos pequenos detalhes:

 

Até mais, beijos.

O essencial pra viver o Verão

Processed with VSCO with c1 preset

Verão, ah o verão. Como eu amo essa estação! Bom como meus dias de verão são regados a sombra, água fresca e muita praia. Resolvi escrever sobre o que acho essencial pra aproveitar o verão, tô apenas dando minha opinião cada um vive como bem entende, mas como aqui é aberto a ideias vou dar as minhas. A estação do calor pra mim é a melhor de todas, fico até mais feliz e você também se sente assim?

1- Hidratação é o ponto inicial ! Bebendo muita água, ingerindo frutas que tenham bastante liquido para nos ajudar. E hidratar também a pele, porque o sol não tá brincadeira. Usar protetor sempre! Ok, eu não uso sempre e toda vez que deixo de passar eu erro porque fico descascando e com queimaduras na pele. Hidratar também nossos cabelos porque com água do mar, da piscina e todo esse sol é muito prejudicial as nossas madeixas.

2- Saia do seu conforto habitual, chame os amigos, o namorado ou vá sozinha e conheça lugares novos. Faça uma lista de lugares que quer ir durante a estação e  se deixe aproveitar. Ou simplesmente acorde tenha uma ideia e a siga, aproveite os dias ensolarados. Eu fiz uma lista de praias que quero conhecer durante o verão, não tem ordem de preferência, assim que vai dando vamos. Admito que continuo indo pra minha favorita, mas o importante é que ainda tem muito verão pela frente para ser explorado.

3- Tire momentos pra você, relaxe sua mente e alma. Que seja na frente do mar, com os pés na piscina, tomando um sorvete ou deitada embaixo do ar condicionado. Livre sua mente de todos os problemas e viva o seu momento.

04f3e7a9619fac74ea2aad289d9bf5ec

4- Faça suas lembranças! Além das fotos nas redes sociais, guarde momentos especiais na sua memória, viva sua história e quando você estiver velhinho e tiver netos além de mostrar as fotos guardadas em álbuns você saberá contar cada detalhe do que viver.

O essencial pra viver no verão vale pra todas as outras estações do ano!

Até mais, um beijão.

2 Filmes que assisti

extraordinario_6

Extraordinário foi baseado no livro de R. J. Palacio, li a uns anos atrás e mergulhei em lágrimas e num poço de humanidade e amor ao próximo. O livro é maravilhoso, mas vim falar do filme que como é tão tocante como o livro. A história é retratada a maior parte por Auggie Pulman um garoto de 10 anos que nasceu com uma má formação congênita na face e fez 27 cirurgias plásticas. É tocante como o filme retratada as dificuldades que qualquer ser humano pode passar durante a vida, preconceitos e aceitação na social, mas é ainda mais difícil quando se é uma criança. Auggie entra na escola a primeira vez, ele está no 5° ano e é tão maduro como ele tenta reverter várias situações de bullying e preconceito com ele mesmo fazendo piada de tudo. Ele é um garoto totalmente normal, mas as pessoas enxergam como anormal sua face, mas ele é uma criança como todas as outras que tem medo de enfrentar o novo, que quer fazer amizades e ser aceito. A família muito bem construída, com pais e uma irmã maravilhosa para Auggie. Julia Robert e Owen Wilson desenvolveram brilhante seus papeis. Izabela Vidovic que interpretou Via, a irmã de Auggie mostrou saber lidar como o papel de irmã de que fica em segundo plano, pois sabe que o irmão precisa mais do que ela. Mas ela sabe se impor e pedir atenção quando necessita, afinal todos precisamos ser vistos por quem amamos.

Os outros personagens da trama são cativantes, já outros faz quem que nós sintamos repulsa ao pensar que crianças que crescem em lares preconceituosos disseminam ódio por onde passam. Tem outras doces crianças no filme que são umas gracinhas.

Confesso que senti vontade de chorar algumas cenas, mas o filme só foi triste por retratar realidades que temos que conviver na vida, mas foi o soco no estomago da sociedade nos dado uma bela lição de moral, nos mostrando que devemos amar e respeitar o outro, que podemos não entender a situação que outra pessoa passa, mas devemos respeitar. O filme é doce, tocante e nos faz refletir sobre aprendizados que temos que lidar desde a infância até a vida adulta. Com toda certeza 5 estrelinhas, na minha classificação de filme. Super indico o filme, e o livro também!

jumanji-welcome-to-the-jungle-wallpaper

Jumaji: Bem-vindo a Selva, é um remake bem feito! Eu sou suspeita a falar, porque amo o primeiro filme e de algum jeito queria que Robin Williams aparecesse pra abrilhantar esse filme, mas nem precisou todo o elenco escolhido fez jus aos seus respectivos papéis. Tudo começa em 1996 quando o jogo faz uma vitima, desde esse incidente ele fica jogado e se moderniza com intuito de que apareça mais pessoas pra jogar. 20 anos depois 4 adolescentes totalmente diferentes, mas que frequentam a mesma escola e por coincidência vão para a detenção e lá acham o jogo e de alguma forma são sugados para dentro e no jogo eles estão na forma dos personagens que escolheram quando foram jogar.

Spencer, o nerd no jogo vira Dr. Bravestone (Dwayne Johnson , The Rock) , Martha a garota timida se torna Ruby Roundhouse (Karen Gillan) e se torna uma mulher destemida. Fridge, jogador de futebol que era amigo de Spencer e o usa para fazer seus trabalhos escolares se torna Moose Finbar (Kevin Hart) um mero ajudante e carregador das armas do Dr. Bravestone, ele é hilário. E por fim tem Bethany, que se torna o zoólogo professor Shelly Oberon, um homem de meia idade e de óculos. Não quero trazer spoilers, o filme tem algumas cenas bem clichês, mas ele não deixa de ser bom!

O filme faz adaptações da velha história da melhor forma, souberam captar a essência do passado modernizando nessa trama. Dá pra ri muito, eu amei. Super indico!!

Espero que tenham gostado da resenha, me contem se já assistiram a algum deles e o que achou!

Um beijão e até mais.

Quando te peço pra ficar

large (2)

Faço manha, me agarro em você e escondo meu rosto embaixo do travesseiro e te peço baixinho: fica, fica mais um pouquinho. Você sorri todo carinhoso e beija minha testa e com jeitinho que me diz que tem que ir. Você sabe que leva sempre um pedaço de mim quando me diz tchau. Amanhece e olho pro lado da cama e está vazio, porque você se foi noite passada e não pode ficar, mas ficou em mim, nos meu lençóis e na minha mente.

Ouvi uma música que por certo acaso meu vizinho ouvia pela manhã e as ondas sonoras chegaram até meu ouvido e eu sorri, porque lembrei da gente em dos shows que fomos e cantávamos alto, pros astros e pra nós. Amar é isso de ter que dizer tchau e se contentar com a foto tirada durante o dia bem zuada pra lembrar de nós. Amar é voltar no dia seguinte e fazer comida pro outro, é dizer que te alimentar é a melhor forma de dizer eu te amo.

Vivemos bem juntos, tão bem que a sincronia de nossos atos deixa tudo muito claro pra nós e pra quem está de fora. É louco como tentam nos ditar dias, horas e momentos e que devemos casar, mas só nós sabemos que somos um do outro,  e que festas, alianças e festejos nunca serão maiores que nossos juramentos um pelo outro. Só Deus sabe que nosso amor é maior que tudo que temos.

Quando eu te peço pra ficar é pra ficar hoje, amanhã e pra todo sempre. Fica!

Minha retrospectiva…

… do ano em fotos. Hoje é penúltimo dia do ano, mas como já, já estou saindo de casa para casa de praia de uma amiga onde eu, meu namorado e uma galera vamos romper o ano e nos divertimos muitooo. Mas antes queria escrever um pouco sobre uns momentos simples e que fizeram a diferença pra mim. Como diz a música Photograph de Ed Sheeran – “ We keep this love in a photograph. We made these memories for ourselves…”

Que em 2018 tenhamos mais boas lembranças, fotos guardadas e coração cheio de amor. Um 2018 iluminado e repleto de amor pra todos.

Um beijo e até ano quem vem meus amores.

O verdadeiro amor

large (1)

Tem uma chavinha que vira em nossa mente assim que nos apaixonamos, uma chavinha que nos vira os olhos, a mente, a alma e as intenções. É simples como seus gestos de amor me fazem acreditar novamente no ser humano, como me fazem perder o medo de magoar porque a dúvida não existe desde que nos beijamos naquela festa achando que estávamos escondidos de todos. Tolos fomos nós que acreditamos ali que não nos veríamos, porque todos ali já sabiam que era pra ser. Ao mesmo tempo que eu sinto vontade de te mostrar para o mundo também sinto vontade de te guardar num potinho só pra mim.

Confessei a ti a dificuldade que foi esse ano, não me referindo a nós, mas ao mundo e as consequências do caos ao nosso redor. Foi o terceiro ano juntos, talvez o mais intenso, talvez o mais calmo, talvez o mais louco, talvez o melhor. Abri meu coração pra você e não tinha feito uma limpeza nele, mas você soube organiza-lo da melhor forma. Você me mostrou que amor nos molda da melhor forma e faz com que nos encaixemos da melhor forma.

Esse é o último texto que publicarei te escrevendo palavras em forma de amor, mas até  último segundo desse bendito ano eu estarei te fazendo juras de amor. Porque nunca é tarde e nem cedo demais para dizer o quanto te amo. Com apenas 18 eu já sabia que te amaria com todas as minhas forças, e agora aos 22 sei que esse amor não tem limite e nunca terá um fim, porque nossa vontade de estarmos juntos é maior que tudo.

Vemos casais dizerem adeus, dizerem que aquele relacionamento é um teste e não tem problema pular dele pra outro sem nem derramar uma lágrima. Tudo bem cada um com sua opinião, mas pra mim amor de verdade perdura, ultrapassa barreiras, vence batalhas internas e externas. O amor verdadeiro é aquele que vemos no casal de velhinhos andando de mãos dadas, ou até num vídeo no facebook onde o esposo penteia o cabelo da mulher deitada na cama de um hospital. Amor verdadeiro é separado e diferente dos casos banais. Amor de verdade quer romper anos, passar por momentos e viver a vida ao lado do outro até o dia do último adeus. Amor é entrega de corpo e alma e ter na mesma proporção que deu.