Noite do Pijama: Mudanças

tumblr_m6nlznlR821rw32mko1_1280_large

 

Hoje encontrei uma velha amiga de infância e conversamos bastante e foi tão bom revê-la que algo aqui dentro de mim alegrou-se mais um pouco. Matamos a saudades, falamos das nossas vidas e como estamos nos sentindo ao saber que logo terminaremos o ensino médio e nos distanciaremos de nossos amigos. O assunto em pauta foi mudança. Falamos de como foi boa a época em estudávamos juntas e falamos de como todos nós mudamos de lá pra cá. Teve gente que sumiu do mapa e nunca mais ouvi falar, tem gente que convive comigo, mas não é a mesma coisa de sempre. E tem aquelas pessoas que mesmo o tempo tendo passado e muita coisa mudado continua  a mesma de antes. Bom ela disse que eu sou assim continuo sorrindo com os olhos e torto e continuo a mesma falastrona de sempre que gosta de abraçar o mundo e fazer carinho nos bichinhos da rua. Entendi que ela quis dizer que mudei  fisicamente, claro. Meu cabelo tá maior e alisado, aprendi a gostar de usar bolsa e subo e desço de rímel e ando mais nervosa do que antes. Mas continuo gostando de bater um papo de vez em quando e falar sobre a vida e sentimentos. Simplicidade se tornou alvo das histórias contadas na manhã de hoje e sentíamos falta desse sentimento em várias pessoas. Teve um garoto que estudamos que ele era daquele tipo: LINDO de viver. Entende? E ele era do tipo que ignorava todas as meninas e se achava melhor do que todos e essa minha amiga apaixonada por ele e eu não entendia o porquê daquele sentimento, eu só via um sorriso bonito e um corpo exuberante e só isso e ela dizia ” ah, aquele sorriso me derrete.”, ” ah, aquele corpão chama mais minha atenção do que o sinal vermelho do trânsito” e eu dizia “ok, te entendo“, mas eu nunca entendi o sentido daquele sentimento tão vago. Mas nunca julguei, era sentimento então tudo bem. Ela mudou deixou de apaixonar apenas pela estética e aprendeu a valorizar aquele essência que nunca muda, que vive dentro do ser humano sempre. Hoje vi que aquela época era boa, mas a que vivo hoje é maravilhosa e não troco por nada nesse mundo. Deu a hora de ir embora eu me levantei e ela fez uma carinha de saudade que deu um aperto no coração, me despedi, me desculpei por não demorar mais e abracei ela e o abraço foi devolvido na mesma intensidade e se tem uma coisa que não muda no mundo é quando dois corações se encontram em um abraço se juntam no ritmo e alegram a vida.

Anúncios

Noite do Pijama: Eu demonstro, mas ele não está nem aí.

971190_560896203970513_1893318125_n (1)

Essa coisa de paixão é um tanto complicada, um tanto confusa e pior ainda se só tiver sentimento vindo de uma pessoa enquanto a outra não está nem ai. Quando você  gosta de alguém de verdade você quer mostrar a ela o quanto. Você abraça, cuida, dá atenção, diz que só quer o bem, mas ele não se importa e não tem reação alguma o que só piora. Você queria que pelo menos ele te dissesse “me deixe em paz garota, não corre mais atrás de mim”, mas ele só te ignora. Na boa certos garotos deveriam ficar sozinhos para sempre! Ok, isso não é legal para ninguém nem mesmo aquele garoto que só te esnoba e fingi que você nem existe. Como eu disse antes e como todo mundo sabe paixão não é fácil de lidar, se você não mantiver seus pés nos chão de vez em quando você surta, ainda mais se você tem um sentimento que não é reciproco. Vamos voltar a pauta principal que é se você tá loucamente apaixonada e já fez de tudo para que ele te note e perceba o que você sente por ele, desista e parta para outra eu poderia dizer, mas não penso assim (pelo menos não o tempo todo). Nenhum conselho é válido totalmente se ele não é vivenciado por pessoas diferentes com seus casos parecidos, mas nunca iguais. O resultado pode ser diferente, mas tem que tentar. Acho que paixão a gente só desiste e troca o disco por outro novo depois de tomar muito na cara, depois de ouvir a canção arranhada várias vezes. Desista de tentar conquistar a pessoa que você gosta quando você achar que é hora de descansar seu coração e não a hora que em as pessoas ditam serem certas para você, elas não sabem o momento certo para os acontecimentos das próprias vidas quem dirá da sua. Conselho todo mundo dá e acho que nunca é demais ouvi-los, e o que eu dou é:  Se apaixone hoje e viva essa paixão o quanto puder, porque no dia seguindo ela pode não ser a mesma de ontem, então aproveite enquanto nada mudou.

Filmes que assisti ultimamente

filmes

Olá meninas! Como vão vocês? Eu estou ótima, mas um pouco preocupada (semana de provas, todos choram  😦 ).  Mas se tem uma coisa que eu adoro fazer pra distrair é assistir filmes e series e quando as minhas series favoritas estão de férias ou quando estou entediada eu amo assistiu filmes. Ultimamente assistir vários e hoje trago pra vocês os que eu mais gostei.

  • Now is good   

Esse foi um dos filmes que mais me emocionei assistindo. Ele conta a historia de Tessa, uma adolescente de 17 anos apaixonada pela vida, mas diagnosticada com uma doença terminal. Sabendo que não terá muito tempo de vida ela decide fazer uma lista de coisas que quer fazer antes da morte. Com a ajuda de uma amiga ele começa a colocar em pratica todos os itens da lista enquanto sua família lida com o medo de perdê-la. No entanto acontece algo que não estava nos seus planos, Tessa se apaixona pelo seu vizinho Adam.

  • Little birds

Quando comecei a assistir a esse filme achei que era apenas um filme sobre duas amigas, mas me surpreendi com o desenrolar da historia. O filme centra-se em duas adolescentes de 15 anos que testam os limites da sua amizade quando viajam pra Los Angeles apenas para se livrar do tédio de casa e descobrem que ficar em casa pode ser melhor que aprender a sobreviver na cidade grande.

  • De repente é amor

Achei esse filme muito fofo e romântico, ele mostra que quando um amor é verdadeiro vale apena esperar. E isso foi o que aconteceu com Oliver e Emily, eles se conhecem em um vôo e logo se sentem atraídos um pelo outro, e quando a viagem acabou o romance acabou, mas apesar de voltarem para as suas vidas, os dois não separam completamente. Em sua eterna busca por um amor sem fim, acabam sempre encontrando um ao outro.

  • For a good time call …

Esse é um filme de comedia, me divertir muito assistindo e ri de mais. A história é sobre duas antigas inimigas de faculdade que por motivos financeiros acabam dividindo um apartamento e para pagar as contas as duas resolvem fazer um serviço de sexo por telefone.

Gente, eu me divertir MUITO assistindo esses filmes e super recomendo pra vocês assistirem também. Espero que gostem e se assistir ou se já assistiu algum deles me digam o que acharam e também me dêem sugestões de outros.

Beijos ;*

Noite do pijama: Sou tímida e agora?

tumblr_lh452ozSJg1qcbx4yo1_500_large

Timidez:  ou o Acanhamento pode ser definida como o desconforto e a inibição em situações de interação pessoal que interferem na realização dos objetivos pessoais e profissionais de quem a sofre. Caracteriza-se pela obsessiva preocupação com as atitudes, reações e pensamentos dos outros. A timidez aflora geralmente, mas não exclusivamente, em situações de confronto com a autoridade, interação com algumas pessoas: contato com estranhos e ao falar diante de grupos – e até mesmo em ambiente familiar. A timidez é um padrão de comportamento em que a pessoa não exprime (ou exprime pouco) seus pensamentos e sentimentos e não interage ativamente.                      Fonte: Wikipédia

Tem gente que acha a timidez a coisa mais fofa desse mundo, eu acho que se for sem exageros dá pra passar.  O acanhamento pode afetar as pessoas de uma forma muito ruim, pode distancia-la do mundo real. As pessoas tímidas tendem a temer suas ações com medo do que as pessoas vão falar dela, mas isso é a maior besteira já que na minha opinião não devemos ligar para o que os outros dizem. Claro que terá que haver mudanças, mas só se achar que é necessário, só se precisar.

A gente deve se aceitar do jeito que é. Não é querendo ser estraga prazeres, mas não espere que todos te aceitem só peça que te respeitem o resto vem depois.

Sou tímida, mas acham que eu sou sonsa: Vai por mim você não deve dar atenção a isso, eu já passei por isso. Eu não sou tão tímida, mas sou mais ” na minha” então muitas pessoas dizem/diziam que eu apronto e escondo as coisas que faço, e realmente ouvir isso o tempo todo enche o saco. Quer uma dica? Ignore.

Não consigo fazer amigos, tenho medo de me aproximar: Eu sei que muita gente faz com que tenhamos medo de nos aproximar, mas fazer amigos é saudável  não sou médica mas mas tenho certeza que faz um bem danada a saúde. Então tente puxar assunto com pessoas que você acha que se dará bem e se conseguir conversar com as pessoas normalmente, amém. É o primeiro passo.

Não consigo apresentar trabalhos escolares na frente de todo mundo: Nervosismo na hora da apresentação que não teve? Isso é super normal, o frio na barriga até a tremedeira, mas é preciso se acalmar, respirar fundo e ir em frente. Antes eu fazia de tudo para focar só na parede atrás de todos, mas agora vivo relax e olho sempre para todos que estão me assistindo é interessante ver as reações nos rostos das pessoas. Mas se ainda não tiver preparado não faça isso, olhe pra parede apenas.

Bom meninas e meninos tímidos esses são os pontos que eu queria mais focar, mas se tiver alguma dúvida a mais é só no mandar por email: galeriademoda@hotmail.com. E se você tiver alguma sugestão para o próximo Noite dos pijamas no envie por email e traremos pra vocês.

 

Noite do pijama: Sonho demais.

Ser adolescente é cheio de desvantagens. Espinhas, primeiro amor, micos, descobrir quem você quer ser hoje e quem você quer se tornar no futuro. Em meio a tantas coisas ruins é díficil pensar no que ganhamos em troca disso. Isso é fácil. Nós temos uma imaginação potente. Quando criança você provavelmente viveu em um castelo, foi salva por príncipes ou até mesmo venceu seu próprio vilão. Há quem diga que a inocência vai embora e com ela nossos sonhos mais bobos. Mas temos um milhão de razões para discordar dessa teoria. Afinal, quantas vezes você já se pegou sorrindo sonhando com o poder de voar? Ou talvez com super robôs do futuro que façam todo o dever pra você? (Ok, esse é meu sonho, confessei!). A verdade é que quando crescemos, nossa imaginação ganha trilha sonora e em muitas vezes, asas. Deixar a mente vaguear de vez em quando não é nem de longe errado. Afinal, quem nunca quis ser uma princesa? Quem nunca quis lutar contra dragões ou fazer parte do enredo do seu livro favorito? Sonhar alto não é errado. O problema é quando você deixa de viver a realidade porque os sonhos são bons demais. Não rola esquecer que os sonhos só se realizam se você colocar seus lindos pézinhos na estrada. Nossos sonhos de adultos também são bem individualistas. Muitas vezes não dividimos, nem com aqueles que nós amamos, os nossos sonhos. Alguns porque achamos bobos demais, outros porque são pessoais demais. Então, anota aí: algumas pessoas que te amam podem te ajudar com esses sonhos (o de voar, literalmente, ainda não é possível. Mas deixa marcadinho pra um futuro próximo, certo?). É uma delícia imaginar você viajando para o lugar que sempre sonhou e se divertindo com as amigas, mas não é muito melhor quando você realiza esses sonhos? Isso não quer dizer que você precisa sair por aí com uma plaquinha “colabore com meu sonho”. Ele é seu. Um pedaçinho de você que não importa o quanto tentem tirar de você, sempre vai ser seu. E não tem problema nenhum colocar uma boa música e imaginar você vivendo todos os seus sonhos, até aqueles em que você vai para a lua ou casa com o Zac Efron. Afinal, o que seria desse mundo cinza sem a cor dourado dos seus sonhos? Nunca deixe de sonhar. Não importa o quão alto você suba, por um bom sonho o tombo vale a pena.

Noite do Pijama: Não gosto dos meus colegas de classe.

 

Em pleno 2012 e ainda temos que aturar conviver com pessoas que jogam bolinhas de papel na nossa cabeça, fazem “uuuuuuh” quando você tropeça em uma resposta e que não ficam quietos quando precisamos prestar atenção em algo importante. Conviver com colegas de classe não é fácil. A maioria das pessoas tem dois ou três amigos mas tem sérios problemas com o restante da turma. Totalmente compreensível já que viver na escola é quase um Jogos Vorazes. Você coloca 30 adolescentes em uma sala fechada, com professores extressados, com o mau humor comum mais o mau humor de estar em um lugar em que você não quer estar e ainda tem que conviver com aquelas panelinhas. É claro que só podia dar em morte. Claro que tudo é (apenas) uma suposição ou seja, nada de transformar sua escola num jogo de matar, ok? Dá pra conviver sim com seus colegas de classe (Mas se você não quiser, também dá pra se afastar deles de um jeitinho, digamos…educado). As dicas:

 

Tente fazer com que a convivência seja agradável:

Tentar ser educada é fundamental. Sorrir, ajudar quando alguém precisa ou até rir de uma piada boba pode fazer com que o clima fique menos pesado na aula. Quem sabe aquela garota solitária não é uma grande canditada á amiga porém é tímida demais pra se apresentar? Isso também vale para alunos novos. Nada de deixar a galera nova de lado só porque seu grupo já está fechado. Vamos expandir as opções.

 

Ignore as brincadeiras:

Tem alguém na sua classe que não te deixa em paz? Finja que não está escutando, não brigue, não dê importância. Pode ter certeza que a única coisa que essa pessoa precisa desesperadamente da sua atenção. Na verdade é um fã seu, sem assumir. Mas caso as brincadeiras fiquem sérias e te ofendam não tenha medo de ir falar com a pessoa e se não resolver, falar com algum responsável sobre o assunto. Não rola esquecer que bullying é crime e que nem tudo é piada. E se aqueles colegas chatos não param de conversar, que tal chegar bem quietinha na professora e falar que está se sentindo incomodada? Certeza que ela vai fazer o grupo ficar quieto, pelo menos por um tempo.

 

Não dá pra conviver, suportar ou fazer amizade:

Se afaste. Não precisa de papo, fique só no seu grupinho, acolha os novos e os interessados em serem seus amigos. O resto da turma pode ser ignorada, até porque cada um tem seu grupo e seu jeito de ser. Não esqueçam que o ano acaba e essas pessoas podem ir embora e deixar sua sala uma paz. E mesmo se não acontecer, a escola acaba um dia certo? Cultive as amizades e jogue pro lado quem não merece um segundo do seu precioso tempo.

 

Bom, é isso. Não esqueçam de deixar temas para o “Noite do Pijama” certo? Até logo.

 

Noite do Pijama: Gosto de alguém que namora.

É com muito prazer que eu inauguro a mais nova tag do blog, o “noite do pijama”. O significado do nome é bem simples, já que são nas noites dos pijamas, junto com as pessoas que confiamos que falamos sobre os assuntos que não contamos pra qualquer um. O primeiro tema é escolha minha mas sintam-se a vontade pra nos contar o que querem nos próximos.

 

O eterno dilema de gostar de alguém que já está comprometido. A idéia de ver aquela pessoa com quem você sonha, segurando a mão de outra garota e fazendo as coisas que você queria fazer. Mas nada de passar o dia no quarto ouvindo Adele enquanto um outro garoto corre por aí procurando um grande amor (que pode ser você). Aqui estão algumas dicas pra superar um relacionamento que sequer começou.

“Ele tem namorada mas investe em mim” Correr é a solução. Primeiro porque qualquer garoto que dê bola pra outra garota que não seja a namorada (não importa o quão megera ela seja, se eles namoram, ele precisa respeitar ela) não é o tipo de garoto que você vai querer se envolver. Até porque se ele faz isso com ela, porque não faria com você?

“Nós somos amigos, mas significa mais pra mim” Também é hora da retirada. Sei que é díficil e que existe aquela coisa de atração magnética que faz você querer ficar perto de quem gosta mas neste caso é necessário se afastar, pra que você não perca o controle dos seus sentimentos. Quanto mais apaixonada você estiver, mas díficil vai ser entender que não dá pra dividir amor.

“O relacionamento dele está em crise e eu quero ajudar” A questão é, será que ele quer ajuda? Das duas uma. Ou você vai ajudar ele a se reconciliar e vai ficar com a consciência pesada, se sentindo culpada por ter perdido a chance de dizer o que sente ou vai dar conselhos ruins que talvez levem ao fim do relacionamento. Ou talvez só o fortaleça. E nessa opção é você que sai como vilã. Então não se envolva. Não nesses assuntos. Se o afastamento é díficil (ok, impossível) evite ficar entre o casal, pro seu próprio bem.

“Não consigo superar” Há quem diga que um grande amor só é vencido com outro. Não acredito nisso. Acredito em comida, filmes, amigas, festas, felicidade. Isso sim cura um coração partido. Claro que tudo não vai passar sozinho, você não vai acordar um dia e notar que todo aquele amor se foi. Mas você pode força-lo a sair. O primeiro (e mais importante, então faça isso logo) é se afastar da pessoa. Se for só um conhecido, evite os olhares, evite as músicas que te façam lembrar dele, evite até mesmo os pequenos diálogos. Se for um amigo, não congele ele ou o afaste, já que o tempo passa e você pode conhecer alguém legal como ele conheceu e aí vai sentir falta da amizade. Mas nada de sair com ele e com a namorada, nada de ser confidente, nada de compartilhar segredos que ele só devia contar pra garota com quem está comprometido. Essa é a hora em que você tem que dar uma sacudida e seguir em frente, sem aquela bagagem toda. E com o tempo, eu prometo, todo aquele amor vai diminuir, até você estar pronta pra um novo amor. Pro seu amor. Que talvez seja ele. Ou não. Talvez seja alguém totalmente diferente e inesperado. Não esqueça que o que for pra ser seu, vai chegar.

Bom, esse foi o primeiro “noite do pijama” e eu espero mesmo que vocês tenham gostado. Deixem nos comentários quais temas vocês gostariam de ver nessa coluna e me digam se gostaram da idéia. Beijos.